Blog Dinheiro e Sucesso

Dicas para seu crescimento financeiro e pessoal

O passo a passo para um networking de sucesso

Posted by Diego Mendes Empreendedor Multinível em 01/10/2009

Nunca se falou tanto sobre networking como atualmente. Não há dúvidas que, com a globalização, o advento da Internet e crescente poder da conectividade, a quantidade de relacionamentos vem aumentando e se intensificando.

O que é networking?

Networking é uma palavra da língua inglesa que nasce da junção de duas palavras, net (rede) e work (trabalho). Quando unidas e colocadas no gerúndio, (ing), que dá o sentido de continuidade, trazem o significado da “atividade de criação, desenvolvimento e manutenção de uma rede de relacionamentos”. Estas atividades são realizadas por meio do aumento e intensificação de contatos pessoais, troca de informações, conselhos, oportunidades profissionais ou de negócios. Diferentemente do que alguns pensam, networking é uma rede de relacionamentos formada não apenas por pessoas do âmbito profissional, mas também por todas as pessoas que, de alguma forma, se relacionam com o indivíduo em diversas esferas sociais: família, amigos, colegas de escola, do trabalho e de outras atividades. Na hora de criar e desenvolver uma rede de relacionamentos, quantidade é importante, mas qualidade é fundamental. Como conquistar, manter e ampliar uma boa rede de contatos? Há um ditado muito apropriado para este momento: “Em vez de caçar borboletas, cuide do seu jardim e elas virão até você”. Portanto, construa e mantenha belo e agradável o seu jardim, ou em outras palavras: seja atraente! Não é atraente quem trai, é mentiroso, falso ou dissimulado. Também não é atraente o orgulhoso, pedante ou arrogante. Tampouco é atraente o chato, inoportuno e grudento. Por outro lado, uma bela personalidade sempre é atraente e sobre isso, podemos dizer que tem uma personalidade atraente quem é educado, cortês, elegante, amigável, simpático e alegre. Bons valores também atraem, portanto cultive-os, tais como honestidade e integridade. Seja verdadeiro, não minta, busque a paz e cumpra sua palavra.

Por onde circular?

Sobre alguns meios, além da família, a escola e trabalho, você poderá procurar lugares e situações que proporcionem oportunidades de conhecer novas pessoas (clube, cursos, ONGs, trabalhos voluntários, entre outros).

Como lidar com seus contatos?

Quanto maior a quantidade de pessoas com quem nos relacionamos, maior o tempo e a energia que terá de despender, caso contrário todos os relacionamentos permanecerão rasos. Assim, é muito importante saber dosar a quantidade de pessoas, bem como o foco das atenções.

No entanto, você não conseguirá despender o mesmo tempo e energia com todos. Sendo assim, entendo que seja saudável você categorizar sua rede de contatos. Para isso sugiro que estabeleça seis níveis importantes:

Categoria: amigos ou mais próximos

Quem são: são amigos, parentes e os mais próximos. Nesta categoria estão seus melhores e principais contatos.

O que fazer: mantenha contato com estas pessoas, seja por e-mail, comunicadores instantâneos, telefone, mas principalmente procure ter contato pessoal. Programe passeios, almoços, jantares, happy hours e tenha convívio com elas. Estas provavelmente são as principais pessoas da sua vida.

Categoria: de relacionamento constante

Quem são: são aquelas pessoas que fazem parte do seu trabalho, da sua escola ou mesmo seus vizinhos.

O que fazer: seja amigo e lembre-se que o amigo não fala mal pelas costas, não participa da radio-peão, é colaborativo, agradável e também demonstra interesse.

Categoria: os novos

Quem são: são aquelas pessoas a quem você já foi apresentado uma vez e que chegou a ter alguma conversa ou rápido relacionamento.

O que fazer: esta é a categoria mais importante para o aumento do seu networking. Com estes, promova um encontro presencial, um almoço, um jantar, um happy hour ou mesmo um passeio. Tenha em mente que estes encontros são uma incógnita e que até poderá se decepcionar com a pessoa. No entanto, melhor ter logo uma decepção e definir para que grupo esta pessoa vai do que ficar investindo tempo e energia com um contato que é apenas uma expectativa, e que depois demonstra ser frustrante.

Categoria: os apenas conhecidos ou mais distantes

Quem são: são aquelas pessoas a quem você já foi apresentado ou com quem já interagiu, mas não teve oportunidade de conhecer melhor e portanto, não pode ainda fazer parte da categoria “novos”.

O que fazer: você deverá entrar em contato com certa periodicidade, seja pessoalmente, através de um telefonema ou mesmo por e-mail. Mas lembre-se: faça isso sempre de forma saudável, sem falsidade.

Categoria: os ex-mais próximos

Quem são: este grupo é composto daquelas pessoas que já foram amigos ou mais próximos um dia, mas que, por qualquer razão, deixaram de ser.

O que fazer: este grupo é subdividido entre aqueles que são “ex-mais próximos” simplesmente porque a correria do dia-a-dia ou a distância fizeram com estes deixaram de ser mais próximos, ou porque você optou por mantê-los mais distantes. No último caso, somente você saberá dizer que tipo de tratamento desejará ter com estes. No entanto, no caso daqueles que são “ex-mais próximos” simplesmente pela distância ou pela falta de tempo, procure não dar a estes menos atenção do que você estiver dando aos “apenas conhecidos ou mais distantes”.

Categoria: os indesejados

Quem são: aqueles que você deseja manter distantes (pessoas com quem você não tem afinidade). O que fazer:é importante ter cuidado, pois talvez nela estejam pessoas que podem prejudicá-lo e, por isso, de certa forma você precisará dar atenção e cuidar delas.

Atenções especiais:

O que sempre se deve procurar fazer:

– Lembre-se das datas que são importantes para seus contatos. Seja agradável e compreensível.

O que nunca deve ser feito:

– Manter muitas pessoas na primeira categoria.

– Ser inconveniente ou forçar a barra.

– Forçar uma intimidade que não existe.

– Colocar sua necessidade como uma obrigação para seu contato.

– Mentir ou agir com falsidade (mantenha isso como um valor seu).

– Ser político no sentido pejorativo da palavra.

– Ser falso ou agir de modo interesseiro.

Por fim, caso esteja se relacionando com alguém notável, importante ou famoso, você poderá ganhar pontos por saber se manter mais à distância, compreendendo a situação. Por ser compreensível, demonstrar consideração e não ser mais um que deseja sugar as energias de outro, você ganhará mais simpatia do seu contato.

“Marcelo Abrileri é sócio-fundador e presidente da curriculum.com.br, com um vasto conhecimento em Recursos Humanos, área em que atua há mais de nove anos”.

Nunca se falou tanto sobre networking como atualmente. Não há dúvidas que, com a globalização, o advento da Internet e crescente poder da conectividade, a quantidade de relacionamentos vem aumentando e se intensificando.

O que é networking?

Networking é uma palavra da língua inglesa que nasce da junção de duas palavras, net (rede) e work (trabalho). Quando unidas e colocadas no gerúndio, (ing), que dá o sentido de continuidade, trazem o significado da “atividade de criação, desenvolvimento e manutenção de uma rede de relacionamentos”. Estas atividades são realizadas por meio do aumento e intensificação de contatos pessoais, troca de informações, conselhos, oportunidades profissionais ou de negócios. Diferentemente do que alguns pensam, networking é uma rede de relacionamentos formada não apenas por pessoas do âmbito profissional, mas também por todas as pessoas que, de alguma forma, se relacionam com o indivíduo em diversas esferas sociais: família, amigos, colegas de escola, do trabalho e de outras atividades. Na hora de criar e desenvolver uma rede de relacionamentos, quantidade é importante, mas qualidade é fundamental. Como conquistar, manter e ampliar uma boa rede de contatos? Há um ditado muito apropriado para este momento: “Em vez de caçar borboletas, cuide do seu jardim e elas virão até você”. Portanto, construa e mantenha belo e agradável o seu jardim, ou em outras palavras: seja atraente! Não é atraente quem trai, é mentiroso, falso ou dissimulado. Também não é atraente o orgulhoso, pedante ou arrogante. Tampouco é atraente o chato, inoportuno e grudento. Por outro lado, uma bela personalidade sempre é atraente e sobre isso, podemos dizer que tem uma personalidade atraente quem é educado, cortês, elegante, amigável, simpático e alegre. Bons valores também atraem, portanto cultive-os, tais como honestidade e integridade. Seja verdadeiro, não minta, busque a paz e cumpra sua palavra.

Por onde circular?

Sobre alguns meios, além da família, a escola e trabalho, você poderá procurar lugares e situações que proporcionem oportunidades de conhecer novas pessoas (clube, cursos, ONGs, trabalhos voluntários, entre outros).

Como lidar com seus contatos?

Quanto maior a quantidade de pessoas com quem nos relacionamos, maior o tempo e a energia que terá de despender, caso contrário todos os relacionamentos permanecerão rasos. Assim, é muito importante saber dosar a quantidade de pessoas, bem como o foco das atenções.

No entanto, você não conseguirá despender o mesmo tempo e energia com todos. Sendo assim, entendo que seja saudável você categorizar sua rede de contatos. Para isso sugiro que estabeleça seis níveis importantes:

Categoria: amigos ou mais próximos

Quem são: são amigos, parentes e os mais próximos. Nesta categoria estão seus melhores e principais contatos.

O que fazer: mantenha contato com estas pessoas, seja por e-mail, comunicadores instantâneos, telefone, mas principalmente procure ter contato pessoal. Programe passeios, almoços, jantares, happy hours e tenha convívio com elas. Estas provavelmente são as principais pessoas da sua vida.

Categoria: de relacionamento constante

Quem são: são aquelas pessoas que fazem parte do seu trabalho, da sua escola ou mesmo seus vizinhos.

O que fazer: seja amigo e lembre-se que o amigo não fala mal pelas costas, não participa da radio-peão, é colaborativo, agradável e também demonstra interesse.

Categoria: os novos

Quem são: são aquelas pessoas a quem você já foi apresentado uma vez e que chegou a ter alguma conversa ou rápido relacionamento.

O que fazer: esta é a categoria mais importante para o aumento do seu networking. Com estes, promova um encontro presencial, um almoço, um jantar, um happy hour ou mesmo um passeio. Tenha em mente que estes encontros são uma incógnita e que até poderá se decepcionar com a pessoa. No entanto, melhor ter logo uma decepção e definir para que grupo esta pessoa vai do que ficar investindo tempo e energia com um contato que é apenas uma expectativa, e que depois demonstra ser frustrante.

Categoria: os apenas conhecidos ou mais distantes

Quem são: são aquelas pessoas a quem você já foi apresentado ou com quem já interagiu, mas não teve oportunidade de conhecer melhor e portanto, não pode ainda fazer parte da categoria “novos”.

O que fazer: você deverá entrar em contato com certa periodicidade, seja pessoalmente, através de um telefonema ou mesmo por e-mail. Mas lembre-se: faça isso sempre de forma saudável, sem falsidade.

Categoria: os ex-mais próximos

Quem são: este grupo é composto daquelas pessoas que já foram amigos ou mais próximos um dia, mas que, por qualquer razão, deixaram de ser.

O que fazer: este grupo é subdividido entre aqueles que são “ex-mais próximos” simplesmente porque a correria do dia-a-dia ou a distância fizeram com estes deixaram de ser mais próximos, ou porque você optou por mantê-los mais distantes. No último caso, somente você saberá dizer que tipo de tratamento desejará ter com estes. No entanto, no caso daqueles que são “ex-mais próximos” simplesmente pela distância ou pela falta de tempo, procure não dar a estes menos atenção do que você estiver dando aos “apenas conhecidos ou mais distantes”.

Categoria: os indesejados

Quem são: aqueles que você deseja manter distantes (pessoas com quem você não tem afinidade). O que fazer:é importante ter cuidado, pois talvez nela estejam pessoas que podem prejudicá-lo e, por isso, de certa forma você precisará dar atenção e cuidar delas.

Atenções especiais:

O que sempre se deve procurar fazer:

– Lembre-se das datas que são importantes para seus contatos. Seja agradável e compreensível.

O que nunca deve ser feito:

– Manter muitas pessoas na primeira categoria.

– Ser inconveniente ou forçar a barra.

– Forçar uma intimidade que não existe.

– Colocar sua necessidade como uma obrigação para seu contato.

– Mentir ou agir com falsidade (mantenha isso como um valor seu).

– Ser político no sentido pejorativo da palavra.

– Ser falso ou agir de modo interesseiro.

Por fim, caso esteja se relacionando com alguém notável, importante ou famoso, você poderá ganhar pontos por saber se manter mais à distância, compreendendo a situação. Por ser compreensível, demonstrar consideração e não ser mais um que deseja sugar as energias de outro, você ganhará mais simpatia do seu contato.

“Marcelo Abrileri é sócio-fundador e presidente da curriculum.com.br, com um vasto conhecimento em Recursos Humanos, área em que atua há mais de nove anos”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: